Irmão da fraternidade UF preso sob acusação de agressão sexual

Um estudante da UF foi preso na terça-feira por agressão sexual e agora enfrenta uma acusação de agressão sexual.

Christopher J. Podlin, agora com 21 anos, é acusado de estuprar seu par após um evento da Kappa Sigma em dezembro de 2016.



A imagem pode conter: Rosto, Pessoa, Pessoas, Humano



Christopher J. Podlin

Segundo o boletim de ocorrência, os dois estudaram juntos após se conhecerem pelo Instagram. Podlin fez avanços, aos quais a mulher respondeu mais tarde por mensagem de texto que não ficaria com ele. Depois de deixar isso claro, ela decidiu comparecer a um evento da Kappa Sigma no Boca Fiesta como seu par.



Depois que ela ficou embriagada, ele a levou de volta para a casa Kappa Sigma, onde a agrediu, segundo relatos da polícia.

A imagem pode conter: Vegetação, Arbusto, Urbano, Bairro, Planta, Sebe, Flora, Cerca, Alpendre, Villa, Habitação, Casa, Edifício

A casa da fraternidade Kappa Sigma



Podlin providenciou uma camisa para ela vestir e, enquanto tentava vesti-la, Podlin fez avanços sexuais agressivos e injustificados. A mulher insistiu que ele colocasse uma camisinha. Ela então fingiu estar inconsciente, esperando que ele parasse. Ele então tirou a camisinha e continuou a agredi-la, até que a mulher gritou e foi embora.

Não está claro se a universidade estará investigando neste momento. Ele foi acusado de agressão sexual após agredir uma mulher de 17 anos, na época. Podlin, com mais de 18 anos na época, enfrentará um crime de primeiro grau.